Pesquisa personalizada

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Um olhar sobre o FI HTMX11B

Olá, pessoal.

O Fundo Imobiliário Hotel Maxinvest me chamou a atenção pela rentabilidade que vem obtendo. Em fevereiro, o fundo distribuiu R$ 2,42982072 por cota. O valor da conta em 17/02/2012 era de R$ 272,00. Uma rentabilidade de 0,89%. Excelente se pensarmos que essa renda é isenta de IR.
O rendimento médio de 12 meses foi R$ 2,233176, o que equivale ao retorno de 0,82%.

O fundo também vêm distribuindo cada vez mais rendimentos no acumulado de 12 meses. Nos últimos 12 meses os rendimentos somaram R$ 26,7981, ou, 9,85%. O CDI-Cetip no período foi de 9,88%.


Nesse momento devemos lembrar da importante frase que aparece em todos os fundos de investimento:
"Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura."

O relatório mensal do fundo nos dá uma pista de onde vem o rendimento. Dos rendimentos totais de fevereiro de 2012, 61,70% são referente as vendas de flats e restante vêm de alugueis. Algumas questões importantes:
  • O mercado hoteleiro continuará valorizando para entregar bons retornos na venda de flats?
  • O gestor continuará acertando a hora da venda dos flats?
  • Não haverá troca do gestor do fundo?

Os riscos acima não podem ser desprezados por quem pretende adquirir cotas do fundo. Qualquer uma das três situações podem gerar rendimentos menor.

Por outro lado, o fundo tem um patrimônio líquido de R$ 178.136.144,10, ou R$ 249,31 por cota.


Também pesa a favor o fato do fundo ter receita de alugueis cada vez maior, no acumulado de 12 meses.

A receita de aluguel média dos últimos 12 meses foi de R$ 1,575561 por cota. Já a média de rendimento dos últimos 12 meses foi de R$ 2,233176. Imagine o que aconteceria se um daqueles três riscos acima se tornasse realidade.

Também é importante lembrar que o patrimônio líquido é fortemente influenciado pela valorização dos imóveis nos últimos anos.

Portanto, apesar do belo rendimento, é importante avaliar todos os riscos antes de comprar as cotas do fundo HTMX11B.

Espero que as informações sejam úteis.

Abraços,
Sir Income

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Estudos sobre Venda Coberta de opções

Olá, pessoal.

Encontrei mais algumas informações interessante sobre venda coberta de opções.

No site Motley Fool tem um estudo mostrando o resultado da estratégia durante duas décadas e a conclusão é a seguinte:
"Por causa da renda que elas trazem e o poder defensivo que podem adicionar a carteira, venda coberta com opções teve aproximadamente o dobro do retorno do S & P 500 nos últimos 20 anos. Combinando a venda coberta de opções com a seleção de boas ações e uma mentalidade de buy-and-hold é uma receita Foolish para um desempenho ainda melhor - fazendo o dinheiro extra em empresas de qualidade, deixando você dormir bem à noite. "

Outra fonte interessante é o trabalho acadêmico REMUNERAÇÃO DE AÇÕES COM LANÇAMENTO COBERTO DE OPÇÕES que testou o lançamento coberto com ações da Vale e Petrobras. Os resultados mostram que o lançamento de opções 10% OTM um dia antes do vencimento da série anterior e recompra um dia antes da série atual teve desempenho melhor que a estratégia Buy & Hold.

Apesar dos bons resultados, temos que lembrar que rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura.

Antes de tentar a estratégia, estude mais a respeito. Na postagem Palestra do Bastter sobre Marcadores para Venda Coberta tem mais informações para estudo.

Bons negócios,
Sir Income

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Mais um passo para acabar com as LFT's

Olá, Pessoal.

O governo está acelerando o passo para acabar com as LFTs, conforme notícia abaixo:
Tesouro tira títulos atrelados à Selic de entidades públicas
Nossa única opção no tesouro direto são as LFTs com vencimento em 2017. Outra opção são os CDBs.

Abraços,
Sir Income

domingo, 5 de fevereiro de 2012

O curso do Crash

Vídeo interessante sobre as mudanças que estão acontecendo.




Abraços,
Sir Income

André Lara Resende: ‘Temos que rever o que consideramos progresso’

Entrevista bacana com André Lara Resende. Precisamos repensar nossos hábitos de consumo!

André Lara Resende: ‘Temos que rever o que consideramos progresso’

Abraços,
Sir Income

‘É o fim da economia como a conhecemos’, diz Paul Gilding

Legal a entrevista com Paul Gilding.

Principalmente esse trecho:
"O mais importante a fazer é aprender como podemos melhorar a qualidade de nossas vidas. No mundo moderno, estamos focados em fazer mais dinheiro, consumir mais bens materiais, ter casas maiores e por aí afora. Significa que temos mais custos, que temos de trabalhar mais para pagar um custo cada vez maior e definitivamente não é assim que melhoramos nossa qualidade de vida... Precisamos aprender a viver com menos, para termos mais tempo de fazer o que nos deixa realmente felizes. Coisas simples como viver em comunidade, ficar com a família e os amigos."  Paul Gilding
Entrevista completa: ‘É o fim da economia como a conhecemos’, diz Paul Gilding

Abraços,
Sir Income

Gráficos que contam histórias na bolsa de valores...


sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Fundo Excellence (FEXC11B) pretende emitir 100 milhões em cotas

Olá, pessoal

A Brazilian Mortgages, administradora do FEXC11B, enviou comunicado ao mercado convocando cotista para deliberar a emissão de 100 milhões em cotas. Documento disponível em Edital de Convocação AGE de 14/02/2012.

Abraços,
Sir Income

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Diversificação Ingênua e a estratégia 1/n

Olá, pessoal.

Acabei de conhecer a Diversificação Ingênua e quero deixar aqui registrada.

Diversificação Ingênua é quando usamos uma regra de bolso simplista para resolver um problema complexo de alocação de ativos.

Vamos ao exemplo:

Digamos que eu recebi R$ 9.000,00 e tenho a opção de investir em renda fixa, fundos imobiliários e ações. Em quais ativos investir e quanto?
A resposta poderia ser a estratégia "1/n", que nada mais é do que dividir 9000 por 3, investindo assim R$ 1.000,00 em renda fixa, R$ 1.000,00 em fundos imobiliários e R$ 1.000,00 em ações.

O mais interessante é que existem estudos que comprovam que a estratégia "1/n" tem grandes vantagens no mercado acionário.
Optimal Versus Naive Diversification: How Inefficient is the 1/N Portfolio Strategy?
Diversificação Ingênua
Ao invés de ficar preocupado com a notícia, utilize a estratégia "1/n" e a estratégia KISS!
Keep It Simple, Stupid!

Abraços,
Sir Income

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Atualização da carteira - Janeiro de 2012

Olá, Pessoal.

Minha carteira está assim:


Resolvi separar as aplicações de curto prazo e de longo prazo para melhor acompanhamento. Assim posso verificar quanto estou próximo do Portfólio Permanente.

Em janeiro de 2012 minha carteira cresceu 0,63% líquidos. O CDI foi de 0,89%, 0,76% líquido. O Ibovespa rendeu 11,13!

Destaques da carteira:

Positivos

NTN-B principal 2015 rendeu 2,29%
LTN                    2015 rendeu 1,61%
LTN                    2013 rendeu 1,28%
NTN-F               2014 rendeu 1,70%
NTN-F               2017 rendeu 1,07%

Negativos

NTN-B principal 2024 rendeu 0,42%
NTN-B               2045 rendeu  0,30%
NTN-B principal 2035 rendeu -0,08%
NTN-F               2021 rendeu -0,14%

Podemos notar que os títulos curto (menos de 5 anos) tiveram uma performance acima do CDI.

Abraços,
Sir Income